Blog de apoio ao grupo Critical-MAC da unidade curricular de Multimédia e Arquitecturas Cognitivas do Programa Doutoral em Multimédia em Educação (UA)

19
Fev 10

Neste artigo http://www.webpronews.com/blogtalk/2008/04/04/social-networking-leading-to-less-critical-thinking, o autor reflecte sobre a capacidade das redes sociais estimularem o pensamento crítico. Se por um lado fornecem respostas rápidas às nossas dúvidas, permitindo que dediquemos menos tempo a encontrar por nós próprios as respostas, por outro o processo de nos questionarmos e estarmos abertos a discutir e expor as nossas ideias é ele próprio uma forma de estimular o pensamento crítico.


  


3 comentários:
Entendendo que uma rede social (de aprendizagem) é um espaço de partilha de ideias/experiências e construção do conhecimento comum e apropriado por cada membro, considero que as competências do pensamento crítico serão indispensáveis na identificação, análise, reflexão e avaliação das ideias e opiniões que vão surgindo na rede.
Porque, cada vez mais, estamos em rede é preciso adquirir não só as digital skills mas acima de tudo fomentar/envolver/dotar os alunos (e cidadãos) de digital literacy [na qual se inclui necessariamente o pensamento crítico] para sermos efectivos digital participations.


http://hnn.us/roundup/entries/116984.html
sandraferrao a 20 de Fevereiro de 2010 às 12:22

Upps! ignorem o link que foi no comentário anteriror! isso é para outro assunto...
sandraferrao a 20 de Fevereiro de 2010 às 12:25

Fevereiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12


21
24
25
27

28


arquivos
pesquisar
 
blogs SAPO